Dia do Cuidador de Idosos: por necessidade familiares ocupam a função

Dia do Cuidador de Idosos: por necessidade familiares ocupam a função

Eles cuidam por amor e muitos fazem disso uma profissão. Estamos falando dos Cuidadores de Idosos, que tem um dia dedicado a eles, 20 de março.

Para ajudar a traçar um perfil desses trabalhadores, o Instituto Lado a Lado Pela Vida realizou um estudo com mais de 2,5 mil cuidadores de idosos de todo país entre 2020 e 2021.

O levantamento revela que 90% dos entrevistados assumiram a função de cuidador por necessidade, pelo parentesco ou falta de condições financeiras. São chamados de cuidadores familiares. Entre eles, 80% não têm cursos na área de saúde e a maior parte deles têm mais de 60 anos de idade.

A presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marlene Oliveira ressalta que são idosos cuidando de idosos. ” De seis em cada dez cuidadores familiares você tem 27% que tem menos de 50 anos, o restante é tudo com mais de 60 anos.”

As mulheres são maioria entre os cuidadores familiares: 83%. Entre os profissionais o percentual é ainda maior: 91%.

O estudo também revela que cerca de 40% dos profissionais acreditam que a ocupação é totalmente desvalorizada. E isso levou quase metade dos cuidadores a pensar em desistir da profissão e outros 3% optaram por outro segmento.

A sobrecarga no trabalho é outro fator apontado no levantamento, já que um em cada cinco cuidadores disse ter insônia e 48% sofrem com estresse. Por isso, Marlene Oliveira pede para que a sociedade cuide de quem é cuidador.

A pesquisa sobre os cuidadores de idosos revelou ainda que mais da metade deles, tanto os familiares quanto os profissionais, moram na região sudeste e cerca de 20% no sul do país.

Fonte: Agência Brasil EBC

Deixe uma resposta