Idosos de Guaratinguetá praticam aulas de vôlei adaptado

Idosos de Guaratinguetá praticam aulas de vôlei adaptado

Nos últimos meses a Fundação José Carlos da Rocha tem diversificado a proposta de atividades físicas realizadas nos lares. Os residentes da Casa Missionária São José, de Guaratinguetá, por exemplo, passaram a ter aulas de vôlei adaptado – estreando um campo montado no lar.
A aula foi aplicada pelo professor Thiago Frederic de Melo contou com algumas modificações para a participação do maior número possível de idosos.
O vôlei adaptado é uma variação do vôlei sentado e iniciou nos estados Unidos na década de 1950. Inicialmente era usado apenas por cadeirantes, que ficavam nas cadeiras de rodas e jogavam voleibol, podendo segurar as bolas com as mãos e passar. Futuramente, alguns cadeirantes passaram a jogar sentados no chão e não seguravam mais as bolas e sim passavam – como no vôlei tradicional.
Nas últimas duas décadas têm sido realizada uma nova variação da modalidade, com a inclusão de idosos jogado em pé, mas podendo segurar as bolas com as mãos, passar e arremessar.
O que foi realizado em Guaratinguetá foi uma fusão dos estilos de vôlei para pessoas com redução da mobilidade e a utilização de uma bola grande – facilitando o jogo para os idosos.
De acordo com o professor, a prática é importante sob o aspecto físico, pois atua em melhorias na mobilidade e coordenação m

otora, bem como melhorias cognitiva, com aumento da concentração, percepção e raciocínio.
Além disso, possibilita a interação entre os idosos em atividade divertida.

Deixe uma resposta