Fundação José Carlos da Rocha celebra Páscoa com idosos de lares da região

Fundação José Carlos da Rocha celebra Páscoa com idosos de lares da região

Os idosos dos lares atendidos pela Fundação José Carlos da Rocha estão participando de várias atividades relacionadas à celebração da Páscoa.

O cronograma desenvolvido por profissionais da Fundação José Carlos da Rocha inclui brincadeiras, exercícios e trabalhos que estimulam a memória, a coordenação motora, a interação e a criatividade dos vovôs e vovós.

Cada lar recebe um tipo de proposta, de acordo com a aula do profissional atuante, e as condições físicas do grupo de idosos.

Dia 30 de março, por exemplo, os residentes do Lar Irmã Terezinha, de Pindamonhangaba, participaram de brincadeiras como amigo chocolates, acertar o rabo do coelho, coelho sai da toca. A iniciativa agradou a todos, que se divertiram e aliaram a celebração da Páscoa com desenvolvimento de autonomia, integração, socialização, dentre outras melhorias na parte física e psicológica dos idosos. No local, as ações foram coordenadas pelos professores Rita Santos, Letícia Godinho e Alexandre Botelho.

Ainda no dia 30, na Vila Vicentina da Sagrada Família, em Lorena, os idosos tiveram uma grande festa em comemoração à Páscoa e também dos aniversariantes do mês. Eles interagiram com os exercícios dos professores Nadialice Melo e Thiago Frederic Melo, ganharam ovos de chocolate, bolo doce e torta. “As atividades estimularam a percepção espacial e visual, senso de direção, equilíbrio, concentração, a memória com pistas que despertam a habilidade de identificar informações explícitas e implícitas. Além disso, eles se envolveram no verdadeiro sentido da Páscoa: o amor ao próximo, a empatia, e o respeito as diferenças”, explicou Nadialice Melo.

Ela destacou a atitude coletiva e o espírito de amizade entre os idosos. “Tiveram uma atitude muito bonita de encontrar os ovos, e de ajudar os que que não conseguiram achar, entregando ovos aos companheiros”, completou a professora.

Dia 1 de abril é a vez dos idosos do Lar São Vicente de Paulo, de Pindamonhangaba, que terão caça ao ovo, acertar o rabo do coelho, e coelho sai da toca, além de outros formatos de jogos e brincadeiras, como a utilização de orelhas de coelho – feitas em EVA durante aulas de arteterapia.

Ainda existem outros lares que devem receber a celebração da Páscoa, como o Luiza de Marillac, de Taubaté, e o Lar de Idosos Vicente de Paulo, de Caçapava, ambos previstos para dia 6 de abril. Dentre os trabalhos que devem ser criados pelos professores Breno Antunes e Letícia Godinho estão: caça aos ovos, laçar o coelho e boliche de Páscoa.

Deixe uma resposta