Vacinação de idosos acima de 85 anos de idade ocorrerá em fevereiro

Vacinação de idosos acima de 85 anos de idade ocorrerá em fevereiro

30/10/2020
REUTERS/Dado Ruvic/Foto ilustrativa

O governo de São Paulo anunciou na sexta-feira (29) o início da vacinação de idosos acima de 90 anos para 8 de fevereiro e, para aqueles acima de 85 anos, para o próximo dia 15. Com a entrega do novo lote de 1,8 milhão de doses pelo Instituto Butantan ao Ministério da Saúde e a chegada de mais 5.400 litros de insumo vindos da China, previstos para o início de fevereiro, o Estado começa a expandir o público-alvo a ser imunizado no programa de vacinação.

“Gradualmente, vamos anunciando de forma organizada e planejada para viabilizar essa imunização. A nossa meta é acelerar o programa de vacinação incluindo todos os grupos no calendário, mas para vacinarmos mais rapidamente, não só em São Paulo como em todo Brasil, precisamos de mais vacinas”, afirmou o governador, João Doria.

Do total de 1,8 milhão de doses, o Instituto Butantan disponibilizará ao Ministério da Saúde 1,390 milhão de novas doses de vacina contra Covid-19. Com isso, o quantitativo proporcional de 410 mil doses destinado ao Estado já será utilizado para expansão da campanha. Com a remessa, a ser realizada na próxima segunda-feira (1º), a Secretaria de Estado da Saúde realizará mais uma grande operação logística para a distribuição novas doses para todos os municípios, somando quantitativo previamente recebido por SP.

As novas grades permitirão que o público-alvo da fase 1 da campanha seja imunizado em sua totalidade, o que inclui trabalhadores da saúde, indígenas, quilombolas, idosos residentes em instituições de longa permanência e pessoas com deficiência a partir de 18 anos institucionalizados.

Além disso, permitirá que o Estado de São Paulo comece a vacinar os idosos acima de 85 anos de idade, que totaliza 514 mil pessoas. A prioridade leva em consideração a vulnerabilidade dessa faixa etária, uma vez que 37% das pessoas com 85 anos ou mais que tiveram Covid-19 evoluíram para óbito no decorrer da pandemia.

De todas as vacinas disponíveis no país até o momento, 80% foram fornecidas pelo Instituto Butantan. O Estado de São Paulo já distribuiu 1,2 milhão de doses. À medida que o Governo Federal enviar novas doses ao Estado de São Paulo, novos grupos poderão ser incluídos no calendário vacinal.

Deixe uma resposta