Comissão do Idoso pede recursos para instituições de longa permanência

Comissão do Idoso pede recursos para instituições de longa permanência

A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), juntamente com outros parlamentares do colegiado, encaminhou hoje aos ministros Onyx Lorenzoni, da Cidadania, e Damares Alves, da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos, ofício solicitando prioridade na liberação de recursos orçamentários para atendimento às pessoas idosas, face à pandemia do Covid-19, principalmente aquelas que vivem em sistema de “asilamento”, nas chamadas instituições de longa permanência.

No documento, a parlamentar alerta que os transtornos que o combate ao Covid-19 impõem atingem diretamente e de forma crítica a população idosa brasileira e lembra que a Organização Mundial da Saúde (OMS), bem como o Ministério da Saúde, já divulgaram que são as pessoas idosas um dos principais grupos vulneráveis aos efeitos do vírus. A taxa de mortalidade dos países onde a epidemia se instalou primeiro corrobora tal dado.

Lídice aponta que o momento é de unir esforços extremos e de medidas assertivas. “Com a aprovação pelo Congresso Nacional do estado de calamidade pública, aliada às ações de restrição de circulação de pessoas e recomendação de confinamento domiciliar, é compreensível que os governos estaduais fechem por tempo indeterminado os centros-dia. Diante disso, é importante voltarmos nossa atenção às pessoas idosas que se encontram em regime de asilamento nas instituições de longa permanência espalhadas pelo País”, diz o documento ofício.

Com o confinamento social, esses idosos irão parar de receber visitas de seus familiares e poderão ter agravada sua condição física e emocional. “Desta maneira, solicitamos que os recursos das emendas ao Orçamento 2020 aprovados na Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e destinadas a ambos os Ministérios sejam imediatamente liberados e destinados a programas que possam auxiliar essas instituições”.

Ao fechar o documento, a Comissão reitera compromisso em auxiliar o Poder Executivo no que for possível para que seja superada esta crise de saúde mundial, auxiliando e protegendo as pessoas idosos com esforços irrestritos.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Deixe uma resposta