Sonhos não se acabam; se renovam

Sonhos não se acabam; se renovam

Natalino Pecegueiro deseja assistir a um jogo do São Paulo no Morumbi. Que tal ajudar o ‘seo’ Natalino a ver mais uma vitória do tricampeão mundial?

Há pouco mais de um ano, no mês de junho de 2017, quem recebeu o Projeto Eu Ainda Quero foi a Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, da cidade de São Bernardo do Campo – interior de São Paulo.

O lar é um dos muitos que têm o apoio da Fundação José Carlos da Rocha, embora não façam parte do grupo de instituições beneficiadas periodicamente.

Em São Bernardo do Campo, assim como em outros lares, os sonhos dos idosos, manifestados por meio de uma lousa, foram simples, criativos e curiosos, como almoçar em um restaurante, comer siri, fazer uma viagem, assistir a um jogo de futebol, ganhar boneca dentre outros. Com o apoio dos voluntários, vários sonhos foram realizados, inclusive o da vovó Terezinha, cujo desejo era conhecer o apresentador Silvio Santos. Veja aqui

Desde sua publicação na página da Fundação pelo Facebook, mais de 14 mil pessoas curtiram o posto, que já consta com 21 mil compartilhamentos e 3.500 comentários.

Ainda assim, que tal visitar a página e reeditar o sonho dos vovôs e vovós? Clique aqui

Embora grande parte dos sonhos tenha sido realizada, eles não se acabam; eles se renovam. Nunca é tarde para manifestar carinho e amor!

 

Deixe uma resposta