Atividade física de baixa intensidade reduz risco de morte em idosos, aponta estudo

Atividade física de baixa intensidade reduz risco de morte em idosos, aponta estudo

De acordo com uma pesquisa lançada em junho de 2018 pelo British Journal of Sports Medicine – (tradução ‘Jornal Britânico de Medicina Esportiva’), algumas horas por semana de atividade física, ainda que sejam de baixa intensidade, contribuem para a redução do risco de morte nos idosos, especialmente os homens.

Ainda segundo os autores da pesquisa, o volume de atividade física está diretamente associado a um menor risco de morte por qualquer causa, sobretudo doenças de origens cardiorrespiratórias.

Isso é mais uma confirmação de que as atividades desenvolvidas pela Fundação José Carlos da Rocha tem melhorado significativamente a qualidade de vida de centenas de vovôs e vovós.

A análise dos cientistas britânicos ainda evidencia atividades de lazer como um dos pontos determinantes dentro dos exercícios de baixa intensidade, como cuidar dos jardins, fazer pinturas  e coreografias, além de aulas de canto e dança, reiterando a atuação da Fundação José Carlos da Rocha dentro dos lares.

Deixe uma resposta